top of page

Vozes Verbais

As vozes verbais, ou vozes do verbo, são a forma como os verbos se apresentam na oração a fim de determinar se o sujeito pratica ou recebe a ação. Elas podem ser de três tipos: ativa, passiva ou reflexiva.

Voz ativa : Sujeito é o agente da ação.

Vi a professora.

Voz passiva: Sujeito sofre a ação.

A professora foi vista.

Voz reflexiva: Sujeito pratica e sofre a ação.

Vi-me ao espelho.

Como identificar as vozes verbais?

Para identificar os tipos de vozes verbais, é necessário analisar a oração e identificar o sujeito e o verbo.

Paulo Amorim conversou com a jornalista Patrícia Poeta.

Sujeito: Paulo Amorim

Verbo: conversou

Agente da oração: Paulo Amorim

A jornalista Patrícia Poeta foi contratada pela empresa.

Sujeito: a jornalista Patrícia Poeta

Verbo: contratada

Paciente da Oração: Patrícia Poeta

Paulo Amorim e a jornalista Patrícia Poeta conversaram-se.

Sujeito: Patrícia Poeta e Paulo Amorim

Agente e Paciente: Patrícia Poeta e Paulo Amorim

Então, quando se trata de verificar as vozes verbais é preciso ter em mente três coisas:

A) O sujeito (agente) que pratica o verbo expressado pelo verbo. B) O sujeito (paciente) que sofre a ação expressada pelo verbo. C) O sujeito (agente e paciente) que pratica e recebe a ação do verbo.

Há três tipos de vozes verbais: voz ativa, voz passiva e voz reflexiva, sendo que a passiva pode ser analítica ou sintética e a reflexiva pode ser simples e recíproca.

Voz ativa

Na voz ativa o sujeito é o agente da oração, ou seja, a ação do verbo da oração é praticada pelo sujeito.

Os alunos alugaram os livros. Ele alugou a casa de verão. O lenhador cortou a madeira. Os estudantes fizeram a atividade de casa. Mike alimentou o animal do zoológico. Minha mãe comprou a casa azul. João alimentou o gatinho. Júlia tomou o café da manhã logo cedo.

​Observe que todos os sujeitos das orações acima são agentes da oração, pois estão praticando a ação verbal.

Voz passiva

A voz passiva é quando o sujeito é o paciente da oração, ou seja, quando a ação expressa pelo verbo está sendo recebida pelo sujeito.

Contudo, há duas classificações para a voz passiva:

A) Voz passiva analítica

A voz passiva analítica é quando a oração é composta pelos verbos -ser, -estar, -ficar + o verbo principal no particípio.

Os livros foram alugados pelos alunos. A casa de verão foi alugada por ele. A madeira foi cortada pelo lenhador. A atividade de cada foi feita pelos estudantes. O animal do zoológico foi alimentado pelo Mike. A casa azul foi comprada por minha mãe. O gatinho foi alimentado por João. O café da manhã foi tomado logo cedo por Julia.

B) Voz passiva sintética ou pronominal

A voz passiva sintética é identificada quando a oração é composta por um verbo na 3ª pessoa do plural ou singular + a partícula -se.

Entregaram-se os prêmios aos vencedores da competição. Comeu-se o bolo de chocolate. Alugou-se os livros. Alugou-se a cada de verão. Tomou-se o café da manhã logo cedo. Comprou-se o brinquedo da “Hello Kitty”. Vende-se um kit de esporte radical. Construiu-se uma nova empresa.

Voz reflexiva

A voz reflexiva ocorre quando o sujeito da oração pratica e recebe a ação expressa pelo verbo ao mesmo tempo. Ou seja, o sujeito é ao mesmo tempo agente e paciente da oração.


Dentro dessa categoria, há a voz reflexiva simples e a voz reflexiva recíproca.

A) Voz reflexiva simples:

Caracterizada pela presença de um único sujeito, a voz reflexiva simples ocorre quando a oração é composta por um verbo na voz ativa + pronomes oblíquos, como -me, -te, -se, -nos, -vos, e serve como objeto direto e, algumas vezes, como objeto indireto.

Eles olharam-se apaixonadamente. Alugo-me para o dia dos namorados. O lenhador feriu-se na árvore. A menina arrumou-se e saiu com as amigas. Alimento-me todos os dias de forma saudável. Ele se feriu com a serra elétrica.

Dica: se tiver os sentidos de "a mim mesma, a ti mesmo, a si mesmo, a nós mesmos, a vós mesmo", sempre se tratará de voz passiva reflexiva.

B) Voz reflexiva recíproca:

Caracterizada pela presença de dois ou mais sujeitos, a voz reflexiva recíproca acontece quando ocorre uma ação mútua, correspondida. O próprio nome já revela, o verbo indica uma ação de reciprocidade.

Os dois sujeitos da oração, juntos e ao mesmo tempo, praticam e recebem a ação expressada pelo verbo.

Fazia tempo que elas não se olhavam. As meninas se beijaram no rosto. Os minutos e as horas passam-se sem pressa. Eu, meus irmãos e meus primos damo-nos muito bem. Elas adoram-se como irmãs.

Veja exemplos de conjugações reflexivas: usamos o verbo sentar no presente do indicativo:

(Eu) sento-me (Tu) sentas-te (Ele) senta-se (Nós) sentamo-nos (Vós) sentai-vos (Eles) sentam-se

Fazendo a conversão entre as vozes verbais

É possível converter uma oração que está na voz ativa para a voz passiva. Essa escolha, de usar uma voz ou outra, depende do estilo do autor.

As conversões podem ocorrer entre:

​​

Voz ativa para a voz passiva analítica

Na conversão entre essas vozes verbais ocorre o seguinte:


1. O sujeito se transforma no agente da passiva; 2. O objeto direito se transforma no sujeito da passiva; 3. O verbo transitivo se transforma em locução verbal.

I) Voz ativa:

“O diretor modificou a ordem das salas de aula na escola”.

II) Voz passiva analítica

“A ordem das salas de aula na escola foi modificada pelo diretor".

Voz ativa para a voz passiva sintética

Na conversão da voz ativa para a voz passiva sintética ocorre o seguinte:


1. O objeto direto se transforma em sujeito da passiva; 2. O sujeito se transforma na partícula –se; 3. Não há agente da oração; 4. O verbo transitivo se mantêm.

I) Voz ativa:

“O diretor modificou a ordem das salas de aula na escola”.

II) Voz passiva sintética:

“Modificou-se a ordem das salas de aula na escola”.

2 visualizações0 comentário