top of page

[LINGUÍSTICA E SEMIÓTICA] Discurso narrativo

Atualizado: 20 de fev.


A narrativa é a arte de contar histórias, e os discursos narrativos são as diferentes maneiras de transmitir essas histórias ao público. Vamos nos aventurar por entre os diversos tipos de discursos narrativos, destacando suas definições, características marcantes e exemplos envolventes.



Discurso Narrativo Direto

O discurso narrativo direto coloca as palavras exatas dos personagens no centro da narrativa. Os diálogos são apresentados de forma literal, muitas vezes entre aspas.

"Eu não acredito nisso!", exclamou Maria, os olhos arregalados de surpresa.

Características do discurso direto:

  • A fala da personagem é transcrita literalmente.

  • São utilizadas aspas para indicar o início e o fim da fala.

  • A pontuação da fala é mantida.

  • Os pronomes próprios são usados para indicar a personagem que está falando.


Discurso Narrativo Indireto

Ao contrário do discurso direto, o discurso narrativo indireto relata o que os personagens dizem sem reproduzir literalmente suas palavras.

Maria expressou sua incredulidade diante da notícia.

Características do discurso indireto:

  • A fala da personagem é adaptada para a terceira pessoa.

  • São utilizadas as conjunções "que" ou "como" para introduzir a fala da personagem.

  • A pontuação da fala é alterada para se adequar à terceira pessoa.

  • Os pronomes pessoais podem ser alterados, de acordo com a necessidade.

Discurso Narrativo Livre

Nesse tipo de discurso, não há uma clara distinção entre o que o narrador diz e o que os personagens dizem. As fronteiras entre a voz do narrador e dos personagens se misturam.

Maria caminhou pela cidade, questionando-se sobre o significado de tudo aquilo. "Será que algum dia entenderei?"

Características do discurso indireto livre:

  • Há uma fusão entre o discurso direto e o indireto.

  • Não são utilizadas aspas ou conjunções para introduzir a fala da personagem.

  • A fala da personagem é adaptada para a terceira pessoa, mas pode manter alguns elementos do discurso direto, como pronomes próprios e pontuação.

Discurso Narrativo Retrospectivo

Este tipo de discurso narrativo envolve a narrativa de eventos passados, geralmente visto através das lembranças de um personagem.

O dia em que eu perdi a minha mãe foi o pior dia da minha vida. Eu tinha apenas dez anos, e não entendia o que estava acontecendo. Ela estava doente há algum tempo, mas eu não imaginava que ela fosse morrer.

Características do discurso narrativo retrospectivo:

  • O narrador conta a história a partir de um ponto temporal posterior aos acontecimentos narrados.

  • O narrador pode utilizar a informação do futuro para criar suspense, surpresa ou outros efeitos.

Discurso Narrativo Prospectivo

Ao contrário do retrospectivo, o discurso prospectivo antecipa eventos futuros na narrativa, criando suspense e expectativa.

Eu estava prestes a fazer a coisa mais importante da minha vida. Eu estava prestes a pedir a minha namorada em casamento.

Características do discurso narrativo prospectivo:

  • O narrador conta a história a partir de um ponto temporal anterior aos acontecimentos narrados.

  • O narrador não sabe o que vai acontecer no final da história, e pode utilizar essa incerteza para criar suspense ou expectativa no leitor.

Cada tipo de discurso narrativo oferece uma perspectiva única à trama, influenciando a experiência do leitor de maneiras distintas. Ao compreender e utilizar esses tipos de discursos com sabedoria, os escritores têm a oportunidade de criar narrativas ricas e envolventes, cativando seu público em uma viagem única pelo universo da história contada.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page