top of page

[LINGUÍSTICA E SEMIÓTICA] Coesão: o que é?

Atualizado: 26 de jan.

A coesão tem a ver com a estrutura do texto, quando as palavras adequadas são utilizadas para construí-lo, por isso é importante saber usar corretamente as conjunções, os advérbios, os pronomes e outros elementos linguísticos.


Você precisa trabalhar a gramática e a escrita dentro do seu texto para que ele tenha uma boa estrutura e que seu leitor entenda de forma clara a informação que está sendo passada.


Como o texto é um emaranhado de palavras, frases, orações e parágrafos, a coesão é a conexão que existe entre todos esses elementos. Por isso, a coesão é resultado da disposição e da correta utilização das palavras que propiciam a ligação entre frases, períodos e parágrafos de um texto. Ela colabora com sua organização e ocorre por meio de palavras chamadas de conectivos.


Para escrever um texto coeso, conheça agora os cinco tipos de coesão textual:


A) Coesão por referência: é um dos tipos mais utilizados em um texto. Graças a ela, evitamos repetições de termos, descuido que pode tornar desagradável a leitura de um texto:

Os alunos do terceiro ano foram visitar o Museu da Língua Portuguesa. Eles foram acompanhados pelos professores da escola.

Em vez de:

Os alunos do terceiro ano foram visitar o Museu da Língua Portuguesa. Os alunos do terceiro ano foram acompanhados pelos professores da escola.

B) Coesão por substituição: são empregadas palavras e expressões que retomam termos já enunciados através da anáfora. Observe o exemplo:

Os alunos foram advertidos pelo mau comportamento. Caso isso volte a acontecer, eles serão suspensos.

Em vez de:

Os alunos foram advertidos pelo mau comportamento. Caso o mau comportamento volte a acontecer, os alunos serão suspensos.

C) Coesão por elipse: Ocorre por meio da omissão de uma ou mais palavras sem que isso comprometa a clareza de ideias da oração:

Maria faz o almoço e ao mesmo tempo conversa ao telefone com a amiga.

Em vez de:

Maria faz o almoço e ao mesmo tempo Maria conversa ao telefone com a amiga.

D) Coesão por conjunção: Esse tipo de coesão possibilita relações entre os termos do texto através do emprego adequado de conjunções:

Como não consegui ingressos, não fui ao show, contudo, assisti ao espetáculo pela televisão.

E) Coesão lexical: ocorre por meio do emprego de sinônimos, pronomes, hipônimos ou heterônimos. Observe o exemplo:

Machado de Assis é considerado o maior escritor brasileiro. O carioca nasceu no dia 21 de junho de 1839 e faleceu no Rio de Janeiro no dia 29 de setembro de 1908. Gênio maior de nossas letras, foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras.

Coesão Textual

Chamamos de “coesão” a relação entre elementos de um texto de forma a auxiliar na sua compreensão. Desse modo, a coesão textual é um dos elementos responsáveis pela coerência textual. Contudo, ela está limitada à estrutura do texto, pois não considera os elementos extralinguísticos.


Tipos de coesão textual


I. Coesão referencial

É quando um elemento do texto alude a outro. Essa relação pode ocorrer, por exemplo, por meio de:

Artigo

Uma chaga da cultura brasileira é a corrupção.

Nesse caso, o artigo indefinido “uma” se refere a uma informação subsequente, isto é, a corrupção. Já os artigos definidos, normalmente, fazem referência a um elemento anterior:

Ao perceber a aproximação de um homem, fiquei com medo. Mas o homem passou por mim sem sequer me olhar.

Pronome

Dilermando tirou férias. Ele não suportava mais a sua rotina.

Nesse exemplo, o pronome “ele” faz referência a “Dilermando”. Outros pronomes também podem fazer retomadas em um texto, sejam eles:

demonstrativos; possessivos; indefinidos; interrogativos; relativos;

Numeral

As caixas de morango estão sobre a mesa. Duas são para o seu avô.

Nesse enunciado, o numeral “duas” se refere às caixas de morango.


Elipse

Minha amiga viajou no fim de semana. Não queria se encontrar comigo.

Nesse caso, o pronome “ela”, que faz referência à “minha amiga”, está implícito: “[Ela] não queria se encontrar comigo”.

Advérbio

Ficou encolhido no cantinho do quarto. Ali se sentia um pouco mais seguro.

Nesse exemplo, o advérbio “ali” se refere ao “cantinho do quarto”."


II. Coesão Sequencial

Tem a ver com a relação semântica entre (partes de) enunciados durante um sequenciamento de ideias no texto, e pode ocorrer, por exemplo, por meio de:


Repetição lexical

As horas passavam, passavam, passavam.

Repetição da estrutura sintática


O menino pede água. A menina pede comida. E o avô pede descanso.

Paráfrase

Não se pode permitir o uso ilícito dessa tecnologia, ou seja, é preciso criar leis que limitem o uso dela.

Conexão


Se comprarmos uma casa, podemos nos livrar do aluguel.
Júlio chorou porque o filme era triste.
Ela não quer sair, então, precisamos chamar a polícia.
Quando a chuva começou, eu estava no meio do caminho.
Vou à farmácia enquanto você faz o almoço.
Conforme o médico, nosso filho tem uma doença rara.
Irina está com febre alta, além disso, está se queixando de dor de cabeça.
Eles foram educados comigo, mas deixaram transparecer a raiva.
Não tenho tempo, portanto, não posso ajudar você agora.

A coesão se refere aos mecanismos gramaticais ou lexicais que permitem a ligação entre elementos da estrutura linguística de um texto. Portanto, os mecanismos de coesão podem auxiliar na formação do(s) sentido(s).



Fonte:

https://www.stoodi.com.br/blog/portugues/coesao-e-coerencia/

https://www.todamateria.com.br/coesao-e-coerencia/

https://mundoeducacao.uol.com.br/redacao/tipos-coesao.htm

https://brasilescola.uol.com.br/redacao/coesao.htm

73 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo