top of page

Classes Gramaticais - Flexão Verbal #2

Atualizado: 28 de nov. de 2023



Modos verbais

Os modos verbais expressam a relação da pessoa que fala em relação ao fato dado pelo verbo.

A) Modo indicativo: expressa certeza em relação ao fato, que é ou será dado como real.

I) Tempos verbais do modo indicativo

  • Presente. Ação ocorre no momento da fala.

  • Pretérito perfeito. Ação ocorreu em momento anterior ao da fala.

  • Pretérito imperfeito. Ação ocorria em momento anterior ao da fala, mas parou de ocorrer.

  • Pretérito mais-que-perfeito. Ação ocorrera em momento anterior ao de outra ação já ocorrida em momento anterior ao da fala. É o passado do passado.

  • Futuro do presente. Ação ocorrerá em momento posterior ao da fala.

  • Futuro do pretérito. Ação ocorreria em momento posterior ao de outra ação já ocorrida no passado, mas ambas anteriores ao momento da fala. É o futuro do passado.

B) Modo subjuntivo: expressa suposição, possibilidade ou dúvida para um fato que não é dado como real ainda ou que não pode ser dado como real.

I) Tempos verbais do modo subjuntivo

  • Presente. Suposição de que a ação ocorra.

  • Pretérito imperfeito. Hipótese de como seria se a ação ocorresse.

  • Futuro do presente. Hipótese de quando a ação ocorrer.

C) Modo imperativo: expressa uma ordem, uma exigência ou um pedido que se espera ser realizado.

I) Tempo verbal do modo imperativo

  • Presente. Por se tratar de uma ordem, o imperativo só é conjugado no presente.

Número

Observe os exemplos abaixo:

  • O menino corre.

  • A menina canta.

  • O cachorro late.

Nestes exemplos, o verbo concorda com o sujeito da oração em número. No primeiro exemplo, o sujeito é "o menino", que é uma pessoa singular, então o verbo "corre" também é singular. No segundo exemplo, o sujeito é "a menina", que é uma pessoa singular, então o verbo "canta" também é singular. No terceiro exemplo, o sujeito é "o cachorro", que é uma coisa singular, então o verbo "late" também é singular.


Agora, aqui estão alguns exemplos de flexão verbal em número com sujeitos compostos:

  • Os meninos correm.

  • As meninas cantam.

  • Os cachorros latem.

Nestes exemplos, o verbo concorda com o sujeito da oração em número. No primeiro exemplo, o sujeito é "os meninos", que é um conjunto de pessoas singulares, então o verbo "correm" também é plural. No segundo exemplo, o sujeito é "as meninas", que é um conjunto de pessoas singulares, então o verbo "cantam" também é plural. No terceiro exemplo, o sujeito é "os cachorros", que é um conjunto de coisas singulares, então o verbo "latem" também é plural.​


Vozes verbais

As vozes verbais são as formas como os verbos se flexionam para indicar a relação entre o sujeito e o objeto da ação. São três as vozes verbais: ativa, passiva e reflexiva.

  • Voz ativa é a voz mais comum. O sujeito da oração é o agente da ação e o objeto direto é a pessoa ou coisa sobre a qual a ação recai. Por exemplo:

    • "O João cortou a grama."

    • "A Maria leu o livro."

    • "O cachorro comeu o osso."

Voz passiva é a voz que indica que a ação do verbo é sofrida pelo objeto direto. O sujeito da oração é o paciente da ação e o objeto direto é omitido ou substituído pelo artigo definido "o" ou "a". Por exemplo:

  • "A grama foi cortada pelo João."

  • "O livro foi lido pela Maria."

  • "O osso foi comido pelo cachorro."

Voz reflexiva é a voz que indica que o sujeito da oração é ao mesmo tempo o agente e o paciente da ação. Por exemplo:

  • "Eu me peguei pensando em você."

  • "Tu te viste no espelho."

  • "Ele se machucou."

As vozes verbais podem ser usadas para expressar diferentes significados. A voz ativa é geralmente usada para expressar ações que são realizadas pelo sujeito da oração. A voz passiva é geralmente usada para expressar ações que são sofridas pelo objeto direto da oração. A voz reflexiva é geralmente usada para expressar ações que são realizadas pelo próprio sujeito da oração.


A escolha da voz verbal deve ser feita de acordo com o efeito que se deseja produzir na comunicação. Por exemplo, se você quiser enfatizar o agente da ação, você deve usar a voz ativa. Se você quiser enfatizar o paciente da ação, você deve usar a voz passiva. Se você quiser enfatizar o próprio sujeito da ação, você deve usar a voz reflexiva.


Pessoa

A flexão verbal em pessoa é a variação do verbo de acordo com a pessoa do discurso. São três as pessoas do discurso: primeira pessoa (eu, nós), segunda pessoa (tu, vós) e terceira pessoa (ele, ela, eles, elas).

  • Primeira pessoa é a pessoa do discurso que fala. Por exemplo: "Eu estudo português."

  • Segunda pessoa é a pessoa do discurso com quem se fala. Por exemplo: "Tu estudas português."

  • Terceira pessoa é a pessoa do discurso de quem se fala. Por exemplo: "Ele estuda português."

Os verbos se flexionam em pessoa de acordo com o sujeito da oração. Por exemplo:

  • "Eu estudo português." (Primeira pessoa do singular)

  • "Tu estudas português." (Segunda pessoa do singular)

  • "Ele estuda português." (Terceira pessoa do singular)

  • "Nós estudamos português." (Primeira pessoa do plural)

  • "Vós estudais português." (Segunda pessoa do plural)

  • "Eles estudam português." (Terceira pessoa do plural)

A flexão verbal em pessoa é uma das flexões mais importantes do verbo, pois é essencial para a construção de frases corretas.


Nesta aula, aprendemos que os verbos podem ser flexionados em número, pessoa e voz. A flexão verbal em número é a variação do verbo em singular ou plural. A flexão verbal em pessoa é a variação do verbo de acordo com a pessoa do discurso. A flexão verbal em voz é a variação do verbo de acordo com a relação entre o sujeito e o objeto da ação.


A flexão verbal é uma parte importante da gramática portuguesa. É importante saber usar a flexão verbal corretamente para que as frases sejam gramaticalmente corretas e expressem o significado desejado.


Espero que tenham gostado da aula e que tenham aprendido muito sobre flexão verbal.


​Fonte:

https://www.todamateria.com.br/o-que-e-verbo/

https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/verbo.htm

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page