Classes Gramaticais - Conjunção

As conjunções são vocábulos gramaticais cuja função é reunir ou relacionar orações em um mesmo enunciado. Quando houver duas ou mais palavras com a função de conjunção, dizemos que se trata de uma locução conjuntiva. As conjunções e locuções conjuntivas têm o objetivo de unir duas ou mais orações ou palavras.

As conjunções são classificadas de acordo com o grau de dependência existente entre os termos ligados por elas, de modo que as conjunções coordenativas ligam termos independentes entre si e as conjunções subordinativas ligam termos dependentes entre si. Essas classificações, por sua vez, possuem subclassificações.

Conjunções Coordenativas

As conjunções coordenativas ligam palavras e orações que são independentes entre si, ou seja, estão no mesmo nível de hierarquia e são completamente compreensíveis uma sem a outra. Essas conjunções têm cinco subclassificações, de acordo com o sentido que estabelecem entre os elementos que ligam:

A) Conjunções coordenativas aditivas: estabelecem relação de adição (positiva ou negativa). As principais conjunções coordenativas aditivas são “e”, “nem” e “também”.

Era uma pessoa brincalhona e ativa. Gosto muito dele, bem como gosto muito de você. Não estava feliz nem triste.

Lista da Conjunções Aditivas

e | nem | também | bem como | como também | não só... mas também | não só... como também | não só... mas ainda | não somente… mas também | não somente… como também | não somente… mas ainda

B) Conjunções coordenativas adversativas: estabelecem relação de oposição. As principais conjunções coordenativas adversativas são “mas”, “porém”, “contudo”, “todavia”, “entretanto”.

Não gostava dele, porém tinha um bom convívio. Não falava, mas gritava desesperadamente. Sabia de muitas coisas, contudo não foi capaz de resolver aquele enigma.

Lista de Conjunções Adversativas

Mas | Porém | Contudo | Todavia | No entanto | Se não | Não obstante | Ainda assim | Apesar disso | Mesmo assim | De outra sorte | Ao passo que

C) Conjunções coordenativas alternativas: estabelecem relação de alternância. As principais conjunções coordenativas alternativas são “ou”, “ou ... ou”, “ora... ora”, “talvez... talvez”.

Vamos resolver isso ou não nos encontramos mais. Ora ficava interessado, ora ficava disperso. Talvez a fruta esteja madura, talvez ainda esteja verde.

Lista de Conjunções Alternativas

ou | ou...ou | ora...ora | quer...quer | seja...seja | nem…nem | já…já | talvez…talvez

D) Conjunções coordenativas conclusivas: estabelecem relação de conclusão. As principais conjunções coordenativas conclusivas são “portanto”, “então”, “assim”, “logo”.

Eu saí de casa atrasado, logo, perdi o voo. Era muito gulosa, então, não sobrou comida. O céu estava muito escuro, portanto, ia chover.

Lista de Conjunções Conclusivas

logo | pois (posposto ao verbo) | portanto | assim | então | por isso | por conseguinte | por consequência | consequentemente | de modo que | desse modo | dessarte | destarte

E) Conjunções coordenativas explicativas: estabelecem relação de explicação. As principais conjunções coordenativas explicativas são “porque”, “pois”, “porquanto”.

Bebeu toda a água, porque tinha muita sede. Amava o verão, pois sempre ia para a praia. Era uma criança muito tímida, porquanto a família toda era assim.

Lista de Conjunções Explicativas

porque | pois (antes do verbo) | porquanto | que | já que | visto que | dado que | uma vez que | isto é | ou seja | na verdade | a saber

Conjunções subordinativas

As conjunções subordinativas ligam termos que não têm o mesmo nível hierárquico, de modo que geralmente existe uma oração principal e uma oração subordinada à principal. A oração subordinada isolada não possui sentido completo, dependendo da oração principal para fazer sentido.

Dessa forma, as conjunções subordinativas ligam duas orações, porém uma depende da outra. A partir do sentido que estabelece entre as duas, a conjunção subordinativa pode ser subclassificada em adverbial ou integrante.

A) Conjunções subordinativas adverbiais: introduzem orações subordinadas a orações principais, traduzindo uma ideia de circunstância entre elas. Há nove subclassificações entre essas conjunções.

I. Causais: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de causa, motivo. As principais conjunções subordinativas adverbiais causais são “porque”, “como”, “que”.

Não fomos à festa, pois estava chovendo muito. Ele não foi à escola hoje, porque estava doente.

Lista de Conjunções Subordinativas Causais

porque | que | porquanto | visto que | uma vez que | já que | pois que | como

II. Consecutivas: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de consequência. As principais conjunções subordinativas adverbiais consecutivas são “que”, “de modo que”, “de forma que”.

O palestrante falou tão baixo, de forma que não conseguimos ouvir a apresentação. Nunca abandonou seus sonhos, de sorte que acabou concretizando-os.

Lista de Conjunções Subordinativas Consecutivas

que | tanto que | tão que | tal que | tamanho que | de forma que | de modo que | de sorte que | de tal forma que

III. Comparativas: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de comparação em relação à oração principal. As principais conjunções subordinativas adverbiais comparativas são “como”, “(tal) qual”, “(tanto) quanto”.

Exibia o seu conhecimento como um pavão exibindo sua cauda. Cozinhar é melhor que pedir comida. Desenhou algo menos impactante do que costumava fazer.

Lista de Conjunções Subordinativas Comparativas

como | assim como | tal | qual | tanto como | melhor que | menos... que

IV. Conformativas: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de conformidade. As principais conjunções subordinativas adverbiais conformativas são “conforme”, “segundo”, “consoante”.

Consoante às regras de conduta criadas, Antenor preferiu alertar seus colegas de trabalho. Faremos o bolo conforme as dicas dadas pela Maria Elisa.

Lista de Conjunções Subordinativas Conformativas

conforme | como | consoante | segundo

V. Concessivas: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de concessão. As principais conjunções subordinativas adverbiais concessivas são “apesar de”, “embora”, “ainda que”.

Ainda que saibamos chegar lá, não temos como nos locomover. Fui mal na prova, embora tenha estudado muito.

Lista de Conjunções Subordinativas Concessivas

embora | conquanto | ainda que | mesmo que | se bem que | posto que

VI. Condicionais: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de condição em relação a outra oração. As principais conjunções subordinativas adverbiais condicionais são “se”, “caso”, “desde que”.

Iremos à festa, desde que não chova. Caso José apareça, falaremos sobre a reunião. Deixo de me intrometer se você prometer que vai buscar ajuda. Caso esfrie, use este casaco.

Lista de Conjunções Subordinativas Condicionais

se | caso | desde | salvo se | desde que | exceto se | contando que

VII. Proporcionais: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de proporção. As principais conjunções subordinativas adverbiais proporcionais são “à medida que”, “quanto mais... mais”, “quanto menos... menos”, “tanto quanto”.

À medida que o tempo passa, estamos mais distantes. Quanto mais estudava para a prova, mais confiante ficava.

Lista de Conjunções Subordinativas Proporcionais

à proporção que | à medida que | ao passo que | quanto mais… mais

VIII. Finais: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de finalidade. As principais conjunções subordinativas adverbiais finais são “a fim de que”, “para que”.

À medida que o tempo passa, estamos mais distantes. Quanto mais estudava para a prova, mais confiante ficava.

Lista de Conjunções Subordinativas Finais

à proporção que | à medida que | ao passo que | quanto mais… mais

IX. Temporais: iniciam orações subordinadas estabelecendo relação de tempo. As principais conjunções subordinativas adverbiais temporais são “quando”, “enquanto”, “logo que”.

À medida que o tempo passa, estamos mais distantes. Quanto mais estudava para a prova, mais confiante ficava.

Lista de Conjunções Subordinativas Temporais

quando | enquanto | agora que | logo que | desde que | assim que | tanto que | apenas

B) Conjunções subordinativas integrantes: introduzem orações subordinadas que exerçam função de substantivo no enunciado (as chamadas orações subordinadas substantivas). As conjunções subordinativas integrantes são “que” e “se”.

Veja se a comida já esfriou. (“Veja a temperatura da comida.”)
Pedi que me devolvesse o pote! (“Pedi a devolução do pote.”)

Lista de Conjunções Subordinativas Integrantes

que | se | como

O que são locuções conjuntivas? As locuções conjuntivas ocorrem quando duas ou mais palavras juntas exercem função de conjunção. Muitas vezes, são conjunções acompanhadas de preposições e pronomes relativos. “Para que”, “desde que”, “apesar de”, “no entanto”, “por mais que” são apenas alguns dos diversos exemplos de locuções conjuntivas.

Fonte:

https://www.portugues.com.br/gramatica/conjuncoes.html

https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/conjuncao.htm

https://www.normaculta.com.br/tabela-de-conjuncoes-conjuncoes-coordenativas-e-subordinativas/

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo