top of page

[ORTOGRAFIA E ACENTUAÇÃO] Palavras primitivas e derivadas

A língua portuguesa é um vasto território de palavras interligadas, onde palavras primitivas se ramificam em derivadas, criando uma teia complexa de significados. Neste artigo, vamos explorar a importância da ortografia correta para palavras primitivas e suas derivadas, desvendando os segredos que regem esse intricado sistema linguístico.


Palavras Primitivas e Derivadas: Entendendo o Conceito

As palavras primitivas são aquelas que não se originam de outras palavras na língua portuguesa, sendo unidades básicas do vocabulário. Já as palavras derivadas têm origem em palavras primitivas, sofrendo alterações por meio de prefixos, sufixos ou infixos.

Exemplo:

  • Primitiva: Casa

  • Derivada: Casinha (sufixo diminutivo), Acolhedor (prefixo aumentativo)

Dicas para Ortografia Correta:

Os antônimos são palavras que têm significados opostos. Eles podem ser formados por meio de prefixos, que são elementos que se adicionam à frente de uma palavra para mudar o seu significado.

Os prefixos mais utilizados para formar antônimos na língua portuguesa são:

  • in-: significa "não", "ausência de", "contrariedade". Exemplos: infeliz (o oposto de feliz), inviável (o oposto de viável), incomum (o oposto de comum).

  • des-: significa "negação", "separação", "oposição". Exemplos: desfazer (o oposto de fazer), desligar (o oposto de ligar), desobedecer (o oposto de obedecer).

  • a-: significa "não", "ausência de", "contrariedade". Exemplos: anormal (o oposto de normal), apático (o oposto de tico), amoral (o oposto de moral).

  • anti-: significa "contra", "oposto". Exemplos: antiético (o oposto de ético), antidemocrático (o oposto de democrático), antigo (o oposto de novo).

  • contra-: significa "contra", "oposto". Exemplos: contradição (o oposto de coerência), contrabando (o oposto de legal), contratempo (o oposto de tempo).

É importante observar que nem sempre a adição de um prefixo a uma palavra produz um antônimo. Por exemplo, a palavra não é um prefixo que significa "negação", mas a palavra não-feliz não é um antônimo de feliz, pois significa "não feliz", o que pode ser interpretado como "infeliz" ou "pouco feliz".

Para saber se a adição de um prefixo a uma palavra produz um antônimo, é importante consultar um dicionário.

Exemplos de antônimos formados por prefixos

  • in-

    • feliz infeliz

    • viável inviável

    • comum incomum

  • des-

    • fazer desfazer

    • ligar desligar

    • obedecer desobedecer

  • a-

    • normal anormal

    • pático apático

    • moral amoral

  • anti-

    • ético antiético

    • democrático antidemocrático

    • novo antigo

  • contra-

    • coerência contradição

    • legal contrabando

    • tempo contratempo

Desvendar o universo das palavras primitivas e derivadas na língua portuguesa é uma jornada fascinante. A ortografia correta desempenha um papel crucial nesse processo, garantindo a coesão e a clareza da comunicação escrita. Utilize este guia como uma bússola confiável para navegar por esse vasto território linguístico, honrando a riqueza da nossa língua com cada palavra escrita de forma precisa e elegante. Que estas dicas sirvam como farol em sua busca pela maestria na escrita em português.

5 visualizações0 comentário
bottom of page