Gênero Textual - Carta Pessoal

A carta pessoal é um gênero textual de caráter íntimo, que visa a transmitir mensagens subjetivas entre dois interlocutores. Muito relevante antes dos sites e aplicativos de relacionamento, a carta pessoal era o único meio de um indivíduo comunicar-se, à distância, com pessoas próximas, logo, esse texto costuma apresentar segredos, narrativas pessoais, acontecimentos relevantes na vida do autor, perguntas, desejos, entre outros.


Assim, quando enviamos pelo correio, o nome do destinatário e as informações do endereço, CEP, cidade e Estado aparecem na frente do envelope.
Já na parte de trás, deverá estar o nome do remetente, seguido do endereço (rua, avenida, número e bairro), além do CEP (Código de Endereçamento postal), cidade e Estado.

Dependendo da pessoa a quem se destina, a linguagem utilizada na carta pessoal pode ser uma linguagem mais despretensiosa (coloquial e informal) ou mais preocupada com as normas gramaticais (linguagem formal).


Assim, se a carta for destinada a uma pessoa próxima é provável que apresente vícios e figuras de linguagem, bem como gírias e expressões populares.

No entanto, se for uma carta destinada ao diretor da escola, por exemplo, expressões de formalidade serão incluídas, por exemplo, frases de cordialidade (atenciosamente, cumprimentos, etc.), além de seguir as normas gramaticais da língua.

Características

As principais características da carta pessoal é:

I. Presença de destinatário (interlocutor) e remetente (locutor) II. Uso de linguagem formal ou informal III. Texto de ordem sentimental e subjetiva IV. Texto geralmente breve V. Escritos na primeira pessoa do singular VI. Tema livre (seja fatos do cotidiano, acontecimentos)


Estrutura

Dependendo da proximidade entre o destinatário e o remetente, as cartas pessoais não seguem uma estrutura padrão. No entanto, vale lembrar que como gênero epistolar ela apresenta uma estrutura básica:

I. Local e Data: são colocados acima de qualquer informação.

II. Vocativo: o nome do destinatário aparece logo abaixo do local e da data. Pode também ser substituído (ou estar junto ao nome) por expressões de saudações (caro amigo, tia querida, etc.).


III. Corpo do texto: conta com a introdução, desenvolvimento e conclusão do que se pretende informar.

IV. Despedida: saudações do remetente que podem ser de cunho formal ou informal, por exemplo, “atenciosamente” ou “beijos carinhosos e forte abraço”

V. Assinatura: para finalizar a carta, o remetente assina seu nome abaixo das saudações de despedida. Nas cartas pessoais geralmente é escrito somente o primeiro nome.

Como escrever uma carta pessoal?


Antes de se escrever a carta, é preciso ter em mente qual ou quais assuntos serão tratados com o destinatário. A definição do tema ou do assunto é essencial para ditar o tom da carta, pois, a depender do que será tratado, a carta pessoal passa por adaptações em sua composição linguística.

Carta pessoal com relato A carta pessoal no modelo de relato apresenta elementos narrativos significativos, pois seu intuito é narrar fatos e acontecimentos pessoais. Por exemplo, ao ingressar em uma universidade, um filho escreve uma carta à sua mãe contanto como estão sendo os primeiros dias na instituição de ensino. Prevalece nesse tipo de escrita, portanto, um caráter narrativo, com verbos de ação no passado.

Carta pessoal com descrição A carta pessoal com prevalência da tipologia descritiva é aquela em que são detalhados aspectos de determinado lugar, pessoa, animal, objeto etc. Seu objetivo é oferecer ao leitor uma imagem do que está sendo descrito, com uso de verbos descritivos como ser e parecer.

Carta pessoal com argumentação A carta pessoal com prevalência da tipologia argumentativa é um texto em que o remetente aborda determinado assunto para convencer o seu destinatário acerca de sua opinião. Para isso, ele utiliza marcadores de argumentação, como os operadores argumentativos.

Carta pessoal com exposição A carta pessoal com prevalência da tipologia expositiva tem como característica transmitir um relato sem necessariamente convencer o destinatário. Ela funciona por meio da composição de algum assunto e, para tal, faz uso de informações ou dados de outros campos do conhecimento ou mesmo de impressões do próprio autor.

Carta pessoal com injunção Na carta pessoal com injunção, prevalece a tipologia textual injuntiva. O texto injuntivo tem como principal característica explicar ou descrever o método para a realização de alguma atividade. Em sua composição, há verbos predominantemente no imperativo, infinitivo ou presente do indicativo com sujeito indeterminado.

Assim, é possível, em uma carta pessoal, enviarmos receitas ou indicarmos a dosagem de algum remédio para o nosso destinatário, por exemplo, ou então receber tais informações deles.


Material de Apoio

Valor: R$ 5,00




Fonte:

https://www.todamateria.com.br/carta-pessoal/

https://www.portugues.com.br/redacao/a-carta-pessoal-.html

https://www.preparaenem.com/portugues/carta-pessoal.htm

IMAGEM: https://ensinarhoje.com/wp-content/uploads/2019/07/Carta-pessoal-texto-e-questoes-atividades-de-Lingua-Portuguesa.png

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo