Classes Gramaticais - Advérbios

Os advérbios são palavras que modificam um verbo, um adjetivo ou outro advérbio. São flexionados em grau (comparativo e superlativo) e divididos em: advérbios de modo, intensidade, lugar, tempo, negação, afirmação, dúvida.

Advérbio do ponto de vista morfológico: O advérbio não flexiona em gênero nem em número, ou seja, trata-se de uma classe gramatical invariável.

A mãe sempre foi menas paciente que a filha.

​Notadamente a frase acima está com problema gramatical, pois o advérbio de intensidade menos sofreu flexão de gênero, contrariando à norma que orienta a invariabilidade dessa palavra.

Portanto, o correto é:

A mãe sempre foi menos paciente que a filha.

Advérbio do ponto de vista sintático: O advérbio refere-se a um verbo, a um adjetivo, a uma locução adjetiva, a um advérbio ou a uma locução adverbial, exercendo somente a função sintática de adjunto adverbial.

Sempre trabalhou muito.

(O advérbio de intensidade muito modifica o verbo trabalhar.)

Permaneço bastante disposto.

(O advérbio bastante modifica o adjetivo disposto.)

Comprou um carro muito fora de moda.

(O advérbio muito modifica a locução adjetiva fora de moda.)


As crianças dormiram mais tarde.

(O advérbio mais modifica o advérbio tarde.)

O professor surgiu tão de repente em sala de aula.

(O advérbio tão modifica a locução adverbial de repente.)

Diariamente estudamos para a prova.

(O advérbio diariamente modifica a oração estudamos para a prova.)

Classificação dos advérbios A classe dos advérbios é extensa, havendo algumas classificações de acordo com o sentido do advérbio.

Advérbio de lugar: Ajuda a caracterizar o lugar ao qual o verbo refere-se por meio da noção de posição e direção. Alguns advérbios de lugar são “perto”, “longe”, “dentro”, “fora”, “aqui”, “ali”, “lá” e “atrás”.

Demorou, mas chegou longe!
Por que não ficamos aqui?
A pulseira está dentro.

Advérbio de tempo: Dá noção temporal, período de tempo, aos verbos. Alguns advérbios de tempo são: “antes”, “depois”, “hoje”, “ontem”, “amanhã”, “sempre”, “nunca”, “cedo” e “tarde”.

Cedo ou tarde, atingiremos nossos objetivos.
Sempre que precisar de algo, basta chamar-me.
Preciso ir, depois nos falamos.

Advérbio de modo: Indica a maneira como a ação dos verbos foi executada. Alguns advérbios de modo são “rápido”, “devagar”, “bem”, “mal”, entre outros com o sufixo “-mente”.

Eu terminava depressa os meus deveres.
Nós estamos indo bem na competição.
Ouvia pacientemente as queixas dela.

Advérbio de intensidade: Caracteriza a intensidade da ação verbal ou da qualidade do adjetivo (ou mesmo de outros advérbios). Alguns advérbios de intensidade são: “muito”, “pouco”, “bastante”, “demais”, “tanto” e “tão”.

Ele falava pouco.
Eles formam um casal tão bonito!
Nossas amigas arrumam-se muito depressa.

Advérbio de afirmação: Reforça o sentido de afirmação. Alguns advérbios de afirmação são “sim”, “decerto” e palavras afirmativas com o sufixo -mente (“certamente”, “realmente”, entre outras). Algumas palavras, como “claro” e “positivo”, podem ser classificadas como advérbio dependendo do contexto, mas é necessário atenção aos casos.

Eu vou, sim.
Decerto passaram por aqui.
Claro que entendemos!

Advérbio de negação: Reforça o sentido de negação. Alguns advérbios de negação são “não” e “nem”. Em contextos específicos, palavras como “negativo”, “nenhum”, “nunca”, “jamais”, entre outras, podem ser classificadas como advérbio de negação, mas é necessário atenção aos casos.

Eu nem vi isso passar.
Não aceitamos mais isso.
Ela não ficou nada satisfeita.

Advérbio de dúvida: Enfatiza o sentido de dúvida. Alguns advérbios de dúvida são: “talvez”, “quiçá”, “porventura” e palavras que expressem dúvida acrescidas do sufixo -mente, como “possivelmente” e “provavelmente”.

Quiçá chova hoje.
Nós talvez venhamos à sua festa.
Possivelmente teremos os recibos até amanhã.

Advérbios interrogativos: são aqueles que iniciam uma pergunta. Há quatro tipos de advérbios interrogativos.

Advérbio interrogativo de lugar: “Onde eles moram?”

Advérbio interrogativo de tempo: “Quando poderemos nos ver?”

Advérbio interrogativo de modo: “Como você está?”

Advérbio interrogativo de causa: “Por que não me pediu ajuda?”

Grau dos advérbios

Alguns advérbios são variáveis em grau, o que significa que podem variar na intensidade. Essa variação pode ser de maneira comparativa ou superlativa.

Comparativo: No grau comparativo, o advérbio aparece em uma relação de igualdade, superioridade ou inferioridade entre dois ou mais elementos.

Igualdade: tão/tanto + advérbio + quanto​

Nós corremos tão rápido quanto eles. Ela se veste tão bem quanto ele.

Superioridade: mais + advérbio + (do) que​

Nós corremos mais rápido do que eles. Ela se veste melhor do que ele.

Inferioridade: menos + advérbio + (do) que

Nós corremos menos rápido do que eles. Ela se veste pior do que ele.

​No caso dos advérbios “bem” e “mal”, utilizamos a forma “melhor” ou “pior” de acordo com o contexto.

Superlativo

No grau superlativo:

Analítico: quando um advérbio acompanha outro para afetar o seu grau.

Ele faz tudo muito rápido.

Sintético: o advérbio tem seu grau afetado pelo sufixo que altera a palavra.

Ele faz tudo rapidíssimo.

​Na linguagem coloquial, outras variações de superlativo sintético podem ser encontradas pelo uso de sufixos ou prefixos.

Diminutivo: Ele faz tudo “rapidinho”.

Aumentativo: Ele faz tudo “rapidão”.

Prefixo: Ele faz tudo “super-rápido”.

No entanto, essas variações ainda devem ser evitadas na linguagem formal.

Locução adverbial

A locução adverbial ocorre quando duas ou mais palavras juntam-se para ter o valor de um advérbio, ou seja, duas ou mais palavras formam uma única expressão que funciona como advérbio.

A locução adverbial é mais comumente formada por dois ou mais advérbios ou por um advérbio e uma preposição, mas há variações. As locuções adverbiais são classificadas do mesmo modo que os advérbios.

Locução adverbial de lugar: “ao redor de”, “perto de”, “longe de”, “em cima de”, “embaixo de”, entre outras.

Locução adverbial de tempo: “nunca mais”, “mais tarde”, “de manhã”, “em breve”, entre outras.

Locução adverbial de modo: “ao contrário”, “em detalhes”, entre outras.

Locução adverbial de intensidade: “muito mais”, “muito menos”, “em excesso”, entre outras.

Locução adverbial de afirmação: “com certeza”, “sem dúvidas”, “de fato”, entre outras.

Locução adverbial de negação: “de forma alguma”, “de jeito nenhum”, entre outras.

Locução adverbial de dúvida: “quem sabe”.

Fonte:

https://www.portugues.com.br/gramatica/adverbios.html https://www.todamateria.com.br/adverbio/ https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/adverbio.htm

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo